Assassin’s Creed – No interior do Animus – um livro que melhora (ainda mais) o filme

Assassins Creed No interior do Animus Into the - capa

Com o lançamento do filme de Assassin’s Creed no dia 12 de janeiro, alguns produtos relacionados também chegaram no mercado (até mesmo antes da estreia do longa). Um desses é o excelente livro Assassin’s Creed – No interior do Animus (Into the Animus, no original), distribuído no Brasil pela Editora Pixel, que traz novas informações e mais conteúdo para os amantes da saga (e do filme).Assassins Creed No interior do Animus Into the - Editora Pixel

Apesar de todas as polêmicas do filme de Assassin’s Creed, todos os fãs precisam vê-lo no cinema. Eu consegui assisti-lo mais de uma vez. E fiz isso para tentar ter experiências diferentes e, também, ver mais detalhes a cada nova sessão. Quem quiser, pode ler minha crítica do filme de Assassin’s Creed aqui no blog mesmo.

Entretanto, a postagem  é para falar do trabalho da Editora Pixel, e te ajudar a decidir sobre comprar o livro Assassin’s Creed – No interior do Animus (na verdade, de influenciar mesmo, porque vale a pena tê-lo). Sendo assim, aqui vai uma ideia do conteúdo, meu julgamento sobre o trabalho e também onde você pode comprá-lo.

Assassin’s Creed – No interior do Animus: o que tem no livro

Podemos dividir o público deste livro em dois: primeiro, os fãs inveterados. Se você é fã da saga, gosta dos jogos, dos livros, das HQs e, claro, também gostou do filme, você PRECISA comprar o livro. Ponto. Segundo, você assistiu ao filme, gostou, mas quer entender mais. Ficou curioso pela história, ficou com alguma dúvida ou algo parecido: compre o livro.

Assassins Creed No interior do Animus Into the - page-01

Outros públicos também vão aproveitar muito bem, já que é uma excelente opção de presente. E para os fãs de adaptações, cinema e filmes no geral, o livro vai bem, pois há muitas histórias e detalhes de como o longa foi feito.

E, respondendo à pergunta do subtítulo, o que tem no livro? Bom, o conteúdo é dividido em seis ótimos capítulos, então, assim dividirei o texto também.

No interior do Animus: capítulo 01 – O levante do Assassino

Depois de uma introdução feita por Gérard Guillemot, ninguém menos do que o CEO da Ubisoft Motion Pictures, já sentimos que o empenho e o carinho do trabalho da empresa com relação ao filme estão em todos os níveis da empresa. O envolvimento da Ubisoft  garantiu que o longa de Assassin’s Creed tivesse uma grande proximidade com os jogos da franquia, mostrando preocupações com os fãs da saga.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X16

Este capítulo se dedica a falar do processo de criação do personagem principal do filme, Callum Lynch, interpretado por Michael Fassbender, contando as decisões e pormenores a respeito da história do personagem e como ele se encaixaria na nova história criada para uma franquia já bem estabelecida noutra mídia.

O texto se aprofunda nos detalhes da franquia, na preocupação de todos os envolvidos, o diretor Justin Kurzel, o próprio Fassbender, que também assina como produtor executivo do filme e também da Ubisoft. Inevitavelmente, o texto passa pela origem da franquia Assassin’s Creed, a comparação entre os jogos e o filme e a fidelidade e preocupação de aproximação ente as duas mídias.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X22

Tudo isso é feito com fotos belíssimas do filme e também de locais de filmagens. É possível pegar “shots” e detalhes como a imagem do cérebro de Callum Lynch em atividade no Animus, com todos os pontos e traços, captando o movimento do sistema utilizado no filme de uma forma primorosa. Há closes de personagens e itens importantes como a Abstergo, a Maçã do Éden e também as deliciosas fotos de diferentes locações de filmagem.

Vale ressaltar que essas fotos são inéditas. Todas elas em alta resolução, impressas em papel de alta qualidade e com explicações sobre cada um dos shots.

No interior do Animus: capítulo 02 – Abstergo

Dando sequência ao conteúdo do filme, o livro apresenta o personagem Callum Lynch em detalhes, grandes fotos cenas do filme, como a da introdução do personagem, em sua cela. O texto percorre sobre um panorama da vida do personagem e, um dos itens mais interessantes, a visão do personagem pelo olhar dos envolvidos. É legal saber o que Kurzel e Fassbender pensam de Callum, como o conceberam e os detalhes sobre algumas cenas.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X03

O capítulo continua dando falando da construção da Abstergo com uma linda foto aérea da companhia e detalhes impressionantes da construção. É possível entendermos exatamente onde e como está distribuído cada local da empresa, assim como as escolhas que o diretor fez para dar vida à fachada dos Templários. As imagens são impressionantes e traduzem a preocupação com cada canto do lugar.

Isso significa que o livro mostra também a sala de Alan Rikkin e muitos dos Easter Eggs presentes neste local. São muitas as coisas encontradas lá e, com a visão do livro, podemos reparar com mais atenção e mais calma tudo o que o Templário recolheu tanta da Irmandade dos Assassinos, como também de sua própria Ordem. Tudo aquilo que você tentou ver no cinema, aqui está impresso e estático em alta resolução, podendo ser apreciado com calma e revivendo a sensação do filme.

tn-Assassins-Creed-No-interior-do-Animus-Into-the-X02.jpg

O livro ainda fala de Sophia Rikkin, com destaque para as palavras da atriz francesa Marion Cotillard e também a relação da personagem com tudo no filme. Através deste capítulo, passamos a entender um pouco mais sobre a personagem, ganhando um novo olhar sobre o que vimos no filme.

Mas, se os Easter Eggs são divertidos, a parte em que o livro fala dos outros Assassinos da Abstergo é simplesmente um presente para os fãs. Aqueles quatro personagens que também estão confinados na empresa são importantíssimos tanto para o filme, como para a história da franquia em si. Isso porque cada um deles descende de um personagem apresentando nos jogos.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X30

O primeiro deles e mais evidenciado no filme é Moussa, o Assassino vivido por Michael K. Williams fala no próprio filme que é descendente de Baptiste, o Assassino que todos os jogadores se sentiram divididos acerca de seus atos quando jogaram Assassin’s Creed Liberation (que foi lançado como Assassin’s Creed III Liberation), protagonizado por Aveline de Grandpré. Junto de Moussa está Emir, interpretado por Matias Varela, descendente direto do divertidíssimo Yusuf Tazim de Assassin’s Creed Revelations.

Juntanto ao grupo, estão os outros dois personagens: Lin, a oriental interpretada por Michelle Lin e que é descendente da personagem Shao Jun, que nos foi apresentada em Assassin’s Creed Embers, mas também protagonizou o game em 2,5D, Assassin’s Creed Chronicles China. Por fim, o personagem que quase todo mundo ficou na dúvida, apenas por ele ter empunhado uma arma familiar. Nathan, o jovem Assassino é descendente do traidor Duncan Walpole, personagem importante de Assassin’s Creed IV Black Flag. Para um fã de Assassin’s Creed, somente esta seção do livro já vale o investimento, pois as fotos desses personagens e suas armas utilizadas são bem montadas e explicadas no livro.

No interior do Animus: capítulo 03 – O Animus

Um capítulo voltando especialmente a uma das maiores novidades do filme. O engenhoso Animus 4.3 foi uma das principais diferenças entre o filme e os jogos, trazendo uma proposta nova para que o tempo presente tivesse uma abordagem com mais ação e movimentação.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - 12

O diretor Justin Kurzel salienta em diferentes momentos sobre a decisão deste novo Animus, que a Ubisoft já mostrou interesse e utilizou no livro Assassin’s Creed Heresy, como eu já mencionei anteriormente. O capítulo traz artes conceituais e salienta a relação do aparelho com a realidade virtual e sua importância para o desenvolvimento da história do filme. As imagens mostram o seu funcionamento, a preocupação na construção da máquina e uma montagem fantástica de duas páginas, com cenas do filme, telas do sistema, desenhos e toda a estrutura da máquina.

Quem quiser saber mais sobre o Animus, eu fiz uma postagem acerca da evolução do Animus, com o texto oficial da Ubisoft, mostrando dos primeiros modelos até a última versão, que é exatamente aquela que foi apresentada no filme. Recomendo a leitura.

No interior do Animus: capítulo 04 – A inquisição

O quarto capítulo mostra como o livro é muito bem separado. Ele começa a falar do passado do filme, com imagens dos locais de filmagem, com panorâmicas e sem montagens, deixando claro o contraste do antigo com o novo e também toda a caracterização existente nesses locais.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X19

É vendo essas fotos que se tem uma ideia do nível de comprometimento que o diretor teve para trazer um passado vivo e convincente. (Sinceramente, eu queria mais tempo de filme para poder aproveitar a linda ambientação que fizeram na Espanha de 1491. Um dos pontos altos do filme é a ambientação. É incrível como o diretor conseguiu transportar os telespectadores para a inquisição de modo magistral.

Além da ambientação, o capítulo fala do trabalho de movimentação dos Assassinos no passado com rascunhos de storyboard, fotos dos telhados e desenhos impressionantes de cenas como a da inquisição ou da fuga dos Assassinos no passado. As fotos são maravilhosas (eu sei que eu estou usando adjetivos recorrentemente, mas o livro é realmente muito belo). Sem contar outros detalhes e o trabalho realizado para tornar real o salto de fé característico dos Assassinos.

No interior do Animus: capítulo 05 – Trajes e Armas

Se aproximando do término do livro, um capítulo dedicado especialmente aos trajes e armas mostram o nível de detalhe de cada item do filme. As roupas dos Assassinos são de alta importância para a própria personalidade do visual do filme, assim como fazem parte do Assassinos. Além do livro trazer inúmeras fotos, ele fala sobre como diversos itens foram feitos, seus materiais, as dificuldades e as soluções para cada item.

Além de ser um prato cheio para os fãs, o livro é um verdadeiro manual para os Cosplayers, pois as imagens em alta resolução mostram como foram criadas algumas armas e acessórios dos Assassinos do filme.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - 11

O destaque do capítulo vai para um item especial dos membros da Irmandade dos Assassinos, as Hidden Blades. Apesar do livro chamar as Hidden Blades de “Lâmina Secreta”, não tem problema. O detalhe acerca da criação desses itens também vai para os outros Assassinos que aparecem no passado do filme, na Espanha de 1491. O livro traz a chance de deslumbrarmos os trajes e armas desses personagens com todas as impressionantes preocupações do diretor.

No interior do Animus: capítulo 06 – O artefato

Ao final, a Maçã do Éden encerra o livro mostrando seus detalhes. Aqui, apesar de estar quase no meio da postagem, vale a pena ressaltar que, se você comprar o livro e lê-lo antes de assistir ao filme, com certeza você terá uma boa dose de spoilers. Nesta seção, principalmente, é retratado com detalhes a criação da Maçã, assim como o destino que ela toma no filme.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X13

As imagens das cenas do filme correspondem a momentos chave da trama, que acabam por contar, praticamente, a resolução do filme. Sendo assim, se você ainda não comprou o livro, fica a dica: compre, mas leia-o sabendo que haverá spoilers fortíssimos.

Encerrando de modo magistral, o livro dá a entender que haverá uma continuação para a história apresentada, com uma abordagem genial, mimetizando o que vimos no longa.

Assassin’s Creed – No interior do Animus: um livro obrigatório para os fãs

Esta parte do texto é para dizer que, se você é fã de Assassin’s Creed, eu sinto muito, mas você não tem opção. Você precisa ter o livro. O conteúdo é de uma abrangência fenomenal e nos mostra o filme de uma maneira diferente, com todo o cuidado e mínimos detalhes acerca da produção, tendo o empenho do diretor e da Ubisoft como chamarizes deste trabalho.

Assassins Creed No interior do Animus Into the - page-02

Uma das partes mais legais do livro é que ele vai montando algumas fotos como se estivesse nos conduzindo pela história do filme. Quem já assistiu ao filme de Assassin’s Creed, sentirá a leitura de No interior do Animus como uma experiência diferente e ao mesmo tempo familiar, pois as fotos vão nos mostrando o momento e sensação do filme de maneira automática e de uma maneira que o texto nos revela muito sobre o filme, ampliando o significado e o trabalho realizado no longa.

Um exemplo, logo quando você abre o livro, a introdução é feita com a imagem de Aguilar, também na iniciação do filme, sendo nomeado na Irmandade dos Assassinos. Quando temos o capítulo que apresenta o personagem Callum Lynch, a primeira foto que vemos é a mesma que apresenta o personagem no filme, aquela onde ele está sentado em sua cela, terminando um desenho.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - 10

Mas o mais legal é que essas fotos nos permitem perceber detalhes rápidos do filme. Todos aqueles desenhos feitos por Callum estão ali, estáticos, pedindo para os fãs analisarem no intuito de encontrar referências aos jogos de Assassin’s Creed.

Assassin’s Creed – No interior do Animus: um verdadeiro DLC do filme

Resolvi separara esta parte para evidenciar um item importante acerca do livro. Ele realmente é um DLC para o filme. Parece brincadeira, mas não é. Quem assistiu ao filme percebeu que há inúmeros detalhes. Inúmeros. As referências aos jogos e aos elementos da saga Assassin’s Creed são muitos. Entretanto, quando se está no cinema, é impossível prestar atenção em tudo. São muitos detalhes e que passam rápido ainda por cima. Dependendo da cena, da movimentação e da iluminação, é impossível dizer o que é ou não no filme.

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X06

No livro, isso é sanado. Há fotos claras de cenas do filme em que é possível ver nitidamente as homenagens e detalhes sobre o jogo. Sem contar que o nível de informação acerca das cenas sana algumas dúvidas, como, por exemplo, o caso dos Assassinos do tempo presente. Muitas pessoas tomaram o personagem Nathan como um Assassino descendente de Arno por ele estar utilizando um modelo de Phantom Blade. Entretanto, enquanto ele usa tal arma em uma mão, ele também empunha um sabre (não é sabre, mas não lembro o nome, quando lembrar, eu atualizo isso aqui). Somente no livro é que vamos ter o esclarecimento de que Nathan na verdade descende de Duncan Walpole (durante o filme, o personagem até fala sobre “traição”, o que seria uma dica).

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X09

Somente por este detalhe, o livro já vale, mas não é só isso. A verdade é que o livro é lindo. O acabamento, a capa dura, as impressões, os efeitos da própria capa, com o Aguilar e o nome “Assassin’s Creed” em alto relevo é um presente digno para os fãs. A melhor parte de tudo isso é que o livro não é tão caro. Veja, o preço sugerido é de R$ 99,90. Aí você me diz, “Pow, cem reais em um livro é caro!”. E eu te respondo, sim, é caro. Só que no Brasil, TUDO é caro. O cachorro quente é caro, a Internet é cara, a água é cara e a passagem do ônibus é cara. Um livro com este nível de qualidade, todo em português, com material excelente, com capa dura, se fosse em outros tempos, custaria uns R$250 tranquilamente. Sem contar que é possível encontrar preços mais acessíveis, como o disponível na Amazon, que, na época da publicação desta postagem estava custando R$68,26. Vale!

tn-Assassins Creed No interior do Animus Into the - X04

Um exemplo do que é o livro, imagine quando você compra um Blu-ray e assiste ao filme. Depois, você entra na seção de extras e começa a descobrir tudo aquilo que o diretor pensou para fazer algo, das decisões, dos detalhes e tudo mais. O livro é isso. Por isso, sinceramente, encare o livro como uma excelente DLC do filme. E isso é muito legal.

Por fim, eu deixo aqui os meus parabéns para a Editora Pixel que fez um trabalho primoroso. Desde a capa até a lombada do livro, é um verdadeiro presente para os fãs.

Assassin’s Creed – No interior do Animus: o livro em detalhes

Assassins Creed No interior do Animus Into the - capaEscrito por: Ian Nathan, autor de diversos livros e editor executivo da revista Empire.
Número de páginas: 160 (+4)
ISBN 10: 8555460573
ISBN 13: 978-1-60887-797-3
Formato: 23,5 x 28 cm
Preço sugerido: R$99,90
Editora Pixel
Facebook da editora: facebook.com.br/editorapixel
Dimensões do livro: 28 x 23,5 x 0,6 cm
Peso: 499 gramas
Edição original: Insight Editions
www.insighteditions.com

Assassin’s Creed – No interior do Animus: onde comprar

São várias lojas virtuais que disponibilizam o livro. Eu comprei na Livraria Saraiva, mas apenas porque eu tinha um vale compras e tal. Digo isso porque é possível encontrar diferença de preços. O mais barato que encontrei foi na Amazon, mas, serei sincero, eu não sei se é uma promoção específica para quem vem do site da editora ou se é um preço exclusivo temporário ou sei lá o quê. Só sei que é possível pesquisar e economizar.

Vou deixar alguns links com algumas opções para você encontrar o livro.

Assassin’s Creed – No Interior do Animus no site da Editora Coquetel
www.coquetel.com.br
O site não vende o livro diretamente, mas tem um link que aponta para o site da Amazon

Assassin’s Creed – No Interior do Animus
Melhor preço que encontrei foi no site de Amazon
Como eu disse anteriormente, o livro está com um belo desconto, saindo mais barato que o preço sugerido. Se eu fosse você, clicaria no link aí em cima e já aproveitava, pois acho que não será tão barato para sempre.

Assassin’s Creed – No interior do Animus no site da Livraria Saraiva
www.saraiva.com.br
Foi onde eu comprei. A entrega foi rápida e tranquila. Como comprei na pré-venda, tive que esperar um pouco, mas chegou antes do prometido.

Assassin’s Creed – No interior do Animus no site da Livraria Travessa
www.travessa.com.br
Nunca comprei nada lá, mas a livraria é até famosa. Na época, o preço também estava promocional. Não estava melhor que a Amazon, mas, de repente, já economiza o frete. Se for sua primeira compra, ainda tem uma promoção de 20% de desconto.

Assassin’s Creed – No interior do Animus no site da Americanas
www.americanas.com.br
Bom, não preciso falar nada sobre a Americanas. Se você não conhece, tem algo errado. O que eu posso dizer que tanto a Americanas, quanto o Submarino, geralmente fazem umas promoções malucas e oferecem uns livros com preços absurdamente mais baratos. É o caso deste livro? Não sei. Se você não estiver com pressa, vale a pena acompanhar.

Assassin’s Creed – No interior do Animus no site do Submarino
www.submarino.com.br
Mesma história do item anterior. Apesar de ser a mesma empresa. Algumas vezes eles praticam preços diferentes. Aquele esquema, caso não esteja com pressa, acompanhe o site.


Se você gosta de livros de Assassin’s, Creed, sugiro que dê uma olhada na postagem sobre Todos os livros de Assassin’s Creed. Tem praticamente todos e eu busco atualizar a lista sempre que possível.

Leia também

7 Comments

  1. Cara eu tenho uma dúvida, porque eles cortam o dedo anelar mesmo com a reinvenção da lamina oculta feita por Altaïr, sendo assim sem a real necessidade disto. Além disso o Aguilar possui o dedo anelar direito, ao contrário do Altaïr que possui o dedo da mão esquerda cortado.

    Vlw,Abraços

    • Enzo, quem “remodelou” as Hidden Blades para não precisar cortar o dedo foi o Leonardo, usando as instruções criadas pelo Altair, como vimos em Assassin’s Creed II. Antes disso, os Assassinos cortavam o dedo para utilizá-la, sem contar que fazia parte do ritual. Apesar de Leonardo e Ezio serem contemporâneos de Aguilar, não temos registros sobre eles terem se encontrado. Ezio foi para a Espanha na mesma época e até enfrentou o Torquemada, mas é bem possível que a Irmandade espanhola só tenha conhecido a Hidden Blade adaptada do Leo apenas depois.

      • Me esqueci desse fato sobre o Leonardo, obrigado. Porém ainda me restam algumas dúvidas sobre a o dedo dá mão direita de Aquilar ser cortado ao contrário do que conheço, geralmente é cortado um dedo dá mão esquerda, pois só usavão 1 lâmina oculta, por essa lógica Aguilar e os outros membros dá Irmandade não teriam que ter ambos os dedos anelares decepados? Pois não saberiam adaptar a lâmina como Leo fez?

  2. Livro realmente muito bom; (consegui ele em promoção por R$ 89)… será que vamos ter algum álbum de figurinhas do filme? espero que sim…

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*