Assassin’s Creed Origins – Resumo da E3

Acredito que pela data da postagem, todos já devem estar cientes que o novo Assassin’s Creed se passará no Antigo Egito, mas ainda sim, acho ser válido postar um compilado de todos os detalhes interessantes, que talvez, você que está lendo ainda não saiba.

-Ashraf Ismail volta a direção nesse novo jogo, tendo anteriormente trabalhado em AC IV Black Flag.

-O mundo do jogo não será composto por apenas uma cidade, mas sim um país inteiro, com “muitas cidades, vilas e diversas paisagens exóticas”, nas palavras de Ismail.

-O recurso do mini mapa, algo que sempre esteve presente nos jogos anteriores, estará de fora do novo titulo, dando lugar a uma bússola na parte superior da tela, semelhante ao que é visto em Skyrim.

 

deserto

 

-O jogo terá um sistema de dia e noite. De acordo com os desenvolvedores, foi feito um grande esforço para que cada momento do dia tenha a beleza de uma pintura.

-Será possível andar de cavalo, camelos e dirigir carroças.

-Diferente dos jogos anteriores, agora a distancia entre entre o jogador e o inimigos irá influenciar no combate, sendo necessário levar em conta fatores como a posição do inimigo e o tamanho, peso e velocidade da arma usada.

 

Assassin's Creed Origins

 

-O arsenal do jogo será composto por várias espécies de clavas, espadas, machados e escudos.

-Para o combate a distancia, haverá diferentes tipos de arcos, como o ‘Arco do Predador’, que seria equivalente a uma sniper. Entre os outros arcos disponíveis, um deles se destaca pela velocidade dos tiros, podendo atirar cinco flechas juntas ao mesmo tempo.

-Haverá uma grande variedade de inimigos, cada um com o seu jeito especifico de lutar.

 

Assassin's Creed Origins

 

-A evolução de nível será baseada no estilo de jogo de cada jogador, podendo ser dedicados pontos para combate corpo a corpo, melhor furtividade, entre outros.

-Os NPCs terão suas próprias vidas, com cada um trabalhando, dormindo, socializando, comendo, bebendo, entre outras diversas atividades ao longo do ciclo de dia e noite do game.

 

Assassin's Creed Origins

 

-A sincronia com viewpoints desbloqueia pontos de viagem rápida no mapa, também indicando os pontos de interesse.

-O mar estará completamente integrado ao mapa, sem telas de loading a cada transição de cenário.

-O sistema de quests será amigável a liberdade de escolha do jogador de quando poder cumprir determinados objetivos. Por exemplo, você poderá iniciar uma quest secundaria, deixa-la pela metade, concluir outra quest, e voltar a anterior, no ponto onde foi parado, semelhante ao que é visto em RPGs como Fallout e Skyrim.

-Será possível fazer Bayek, o protagonista, meditar por um tempo. Tal recurso poderá ser usado em determinadas estratégias, como deixar para invadir determinado local a noite. “Normalmente os guardas tendem a estar dormindo de noite”, diz Ismail. “Mas em contrapartida, mais bandidos estarão na ativa”.

 

Assassin's Creed Origins

 

-Origins terá batalhas contra chefes. Tais chefes variam de formidáveis guerreiros para estranhas criaturas.

-Com o escudo, Bayek será capaz de bloquear ataques e atacar de forma que os inimigos percam o equilíbrio.

-O sistema de combate contará com uma espécie de “barra de rage”. Dependendo da arma usada, poderá ser executado um ataque mais devastador, ou Bayek apenas ficará mais resistente por um curto tempo, estando mais forte e mais rápido.

 

combate

 

-Será possível abrir gaiolas de leões e hienas capturadas para criar uma distração.

-Flechas poderão ter suas pontas acessas com fogo, algo muito útil para o combate contra inimigos em um navio.

-Bayek usara uma tocha para iluminar o caminho em lugares escuros, podendo também ser usada para por fogo em certos materiais. O fogo é uma distração, podendo ser usado para atrair guardas que tentaram apaga-lo.

 

piramide

 

-A visão de águia agora é literalmente uma visão de águia. Invés da tela ficar com um filtro azul e os inimigos destacados agora iremos controlar uma águia de verdade, que sobrevoando o cenário irá poder marcar os inimigos e lugares no mapa, semelhante ao drone de Watch Dogs 2 e a coruja de Far Cry Primal. A águia poderá passar por upgrades, podendo distrair e atacar os inimigos.

-Para a coleta de itens, um recurso disponível será o Animus Pulse, que ao ser ativado destacara os coletáveis mais próximos, como armas e dinheiro.

-Nada foi revelado quanto a trama no presente.

Confira abaixo mais screenshots e alguns gameplays.

 

leão

 

madeira

 

mar

 

estatua

 

templo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia também

2 Comments

  1. Gostei de todas as novidades.

    Especulando, acho que a primeira parte vai ser mais uma apresentação do personagem e do ambiente, assim como no Black Flag. A treta assassino X templário vem depois.

    Cadê os templários?

    • A presença dos templários realmente é algo interessante a se pensar. Tipo, será que eles já terão esse nome? ou terão outro titulo, já que nessa época na vida real templario não existia? Algo que acho que seria interessante também e os templarios(ou pré templarios) não fossem os unicos inimigos, mas também mostrasse os intrumentos da primeira vontade, já que né, eles devem ter existido antes alguma vez no passado.

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*